quarta-feira, 30 de julho de 2014

Você Tem de Entender Que a Chama Ama o Pavio e a Cera, Mas Tem Pouca Consideração Pelas Asas da Mariposa


Há um garoto seguindo meus passos. Eu realmente não me lembro de ele ser tão prudente.
Tem o cuidado de estar à mesma distância que mantenho do velho cansado
que está sempre a minha frente, não importa onde eu olhe e que e quantas esquinas eu vire.

Não fosse isso, eu o espantaria a pedradas, com a mesma impaciência com que me mira aquele velho cansado, quando o vermelho dos nossos olhos se cruza...

Um dia pretendo virar uma esquina dessas sem dar comigo mesmo pretendendo me desfazer desse desejo de virar esquinas.

Ontem à noite, da porta da rua até o quarto, fui deixando pelo chão da casa, sapatos, meias, roupas e restos de desejos. Quando o resto de mim chegou à cama, já não havia muito para caber em um pijama.
Se eu usasse pijamas...

O que me aborrece de verdade, por debaixo do som da chuva desabando no telhado, é pensar que aquele garoto que fui, não tem nem quinze minutos deixei de ser. É recente demais para que eu me desvencilhe dessa sensação de infância e fragilidade nos sentimentos e no pensamento.

Não importa quantos banhos tome, ainda estou fedendo a leite e a desamparo.

Queria olhar para aqueles sentimentos estranhos como estranhos a mim e me sentir divorciado deles, e esquecer como quem esquece um sonho qualquer quando a rotina do dia se assenta.

Algumas vezes, (umas três por semestre) quase posso fingir pra mim mesmo que ainda me resta alguns trocados no banco, uma fatia de pizza fria na geladeira (atrás do tomate murcho e da garrafa azul de água que eu vivo esquecendo de me lembrar de encher), algum amigo que ainda não tenha feito com que eu me sinta um calhorda e um pouco de esperança de que alguém, em algum lugar no mundo, está neste momento sonhando exatamente com o tipo de criatura que eu sou.

E que a cada dia que passa, sou menos.

Se esse improvável sonhador me encontrasse hoje, reconhecer-me-ia em meio aos restos de mim que nem mesmo chega a encher um pijama (se eu usasse pijamas)?

Acho até que ao menos hoje, me contentaria com alguma reprise decente na tv a cabo, que pago pelo privilégio de me entediar com a antiguidade das idéias novas.





Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...